Pela aluna Flávia Serbake de Toledo

Redes sociais, um problema ou uma solução? Hoje as redes sociais não se delimitam somente a uma determinada faixa etária. Porém, a predominância adolescente nesse meio dá a entender que sim!

Esse espaço virtual, que a cada vez vai avançando e tornando o mundo tecnológico, traz tudo e todos para mais perto, como se não houvesse distância. O compartilhamento e comunicação se tornam mais rápidos, um mundo às mãos. E junto com esse mundo vêm as consequências.

Esse universo virtual permitiu que as pessoas possam se expressar, compartilhar seus sentimentos, conhecer novas pessoas (que podem estar do outro lado do mundo) e criar uma nova vida, onde tudo dá certo. Ou nem tudo…

Devido à não delimitação de faixa etária, para redes sociais, os pais e parentes acabam entrando no mundo adolescente e fazendo com que a maioria procure uma nova rede social, em novo espaço de liberdade. Porém alguns (principalmente meninas) acabam se deixar levar por tentações de outros (colegas, pedófilos) que abusam e “agridem” a imagem da vítima, que pode causar depressão ou até morte.

Portanto, redes sociais são o problema e a solução, pois apesar de possibilitarem uma “nova vida” são idênticas ao mundo real! Muitos benefícios, consequências e perigo.

*As redações publicadas nesta sessão fazem parte de um processo de reflexão proposto aos alunos pelos professores Caio e Daniel, de Língua Portuguesa do 9º ano. Após a leitura de algumas reportagens e artigos que tratavam da exposição do jovem na internet e redes sociais, os adolescentes debateram e discutiram em sala as consequências da emergência de uma nova cultura que encontra no ciberespaço um ambiente constituidor de identidades e formas de ação no mundo. Após todo o processo de leitura, debates e troca de ideias, eles foram convidados a sistematizar as conclusões pessoais na forma de um texto argumentativo.

Nas próximas semanas, todas as terças-feiras publicaremos alguns desses materiais, selecionados e indicados pelos professores de Língua Portuguesa com intuito de valorizar a escrita dos alunos e ampliar as possibilidades de diálogo com os leitores do blog Midiaeducação.