056---adolescente-e-a-rede

Pelo aluno João Victor A. T.

Até onde as redes sociais são consideradas lazer? Nessa nova geração, diariamente, milhares de produtos são lançados e cada vez mais pe4ssoas os consomem enlouquecidamente. Nesse contexto, as redes sociais passam a ser comuns no cotidiano de todos.

Até esse ponto, não há problema algum! Tendo em vista notícias e reportagens atuais, percebe-se que foi criada uma nova relação entre nós e nem sempre esta é benéfica, ou seja, a internet, muitas vezes, passa a ser um local livro para xingamentos e agressões, também conhecido como cyberbulling.

São muitos os casos que chegam até a polícia de jovens e adolescentes que acabam se suicidadndo por uma foto vazada e/ou uma “brincadeira” que acontece em alguma rede social. Ao contrário da vida real, estamos sujeitos a uma visualização global de tudo que publicamos e esta pode sim afetar diretamente qualquer um.

De maneira alguma acredito que esta vida virtual deve ser banida. O que deve ser feito é uma utilização desse novo método, de convívio com responsabilidade, e a percepção de que há um outro ser humano do outro lado da tela que deve ser respeitado.  Caso haja casos graves de depressão ou até mesmo suicídio, o responsável pelo feito deve ser punido da mesma forma que qualquer um está sujeito a ser preso em consequência a um preconceito racial deliberado na vida real.

Por todos esses aspectos, pode-se chegar à conclusão de que a vida virtual tende a crescer durante os anos, porém a responsabilidade e o cuidado deve ser lapidado de acordo com essa nova sociedade.

 

*As redações publicadas nesta sessão fazem parte de um processo de reflexão proposto aos alunos pelos professores Caio e Daniel, de Língua Portuguesa do 9º ano. Após a leitura de algumas reportagens e artigos que tratavam da exposição do jovem na internet e redes sociais, os adolescentes debateram e discutiram em sala as consequências da emergência de uma nova cultura que encontra no ciberespaço um ambiente constituidor de identidades e formas de ação no mundo. Após todo o processo de leitura, debates e troca de ideias, eles foram convidados a sistematizar as conclusões pessoais na forma de um texto argumentativo.

Nas próximas semanas, todas as terças-feiras publicaremos alguns desses materiais, selecionados e indicados pelos professores de Língua Portuguesa com intuito de valorizar a escrita dos alunos e ampliar as possibilidades de diálogo com os leitores do blog Midiaeducação.