056---adolescente-e-a-rede

Pela aluna Kelly Mirai Taktsuki

A utilização da internet se tornou, para grande maioria da população, e principalmente para os jovens, uma necessidade do dia-a-dia. Foi criado assim um novo meio de comunicação e entretenimento, mas que nem sempre é utilizado de forma correta.

Nós adolescentes somos os mais afetados pela influência da internet, muitas das vezes por conta da aceitação social e da pressão feita pela nossa roda de amigos, pois se não participarmos das redes sociais somos vistos como cafonas e deslocados, como se não utilizando das mesmas fontes de comunicação e entretenimento não fizéssemos parte e não pudéssemos ser aceitos pela sociedade.

Mas por outro lado os adultos  olham para um jovem com uma imagem já concreta de que ele é vândalo, drogado, indecente, que não consegue cuidar de sua vida. Assim é criado um desentendimento. De um lado somos elogiados e aceitos e do outro somos criticados e vistos como irresponsáveis.

Acabamos ficando inseguros e assustados, e a internet é um refúgio no qual podemos ser quem quisermos, nos comunicar, compartilhar nossas preocupações, pensamentos, fotos e vídeos. Mas muitas vezes a utilização desta de modo errado pode trazer muitas consequências que nós ainda não temos conhecimento até vivenciá-los, de forma direta e indireta. Quem nunca postou algo na internet e se arrependeu depois? Felizmente, muitas das vezes, é possível deletá-la, mas nem sempre esse é o caso. Qualquer um pode ser a vítima. E posso afirmar que o sentimento de angústia é enorme.

Então é possível concluir que para a aceitação social, acabamos utilizando a internet, criando assim dois lados da moeda, uma a utilização consciente e outra de forma inconscientemente errado. Por conta disso são causados desentendimentos, apesar de que não somos realmente nós quem escolhemos qual lado moeda cairá. Cara ou coroa?

*As redações publicadas nesta sessão fazem parte de um processo de reflexão proposto aos alunos pelos professores Caio e Daniel, de Língua Portuguesa do 9º ano. Após a leitura de algumas reportagens e artigos que tratavam da exposição do jovem na internet e redes sociais, os adolescentes debateram e discutiram em sala as consequências da emergência de uma nova cultura que encontra no ciberespaço um ambiente constituidor de identidades e formas de ação no mundo. Após todo o processo de leitura, debates e troca de ideias, eles foram convidados a sistematizar as conclusões pessoais na forma de um texto argumentativo.

Nas próximas semanas, todas as terças-feiras publicaremos alguns desses materiais, selecionados e indicados pelos professores de Língua Portuguesa com intuito de valorizar a escrita dos alunos e ampliar as possibilidades de diálogo com os leitores do blog Midiaeducação.