056---adolescente-e-a-rede

Pela aluna Amábile M. de Carvalho*

Atualmente, os jovens enfrentam muito mais problemas sociais do que antigamente. É fato que a influência sobre eles é muito maior. Tudo é direcionado à aceitação social. Sem muito esforço, encontramos notícias diárias de adolescentes que se suicidam após terem fotos íntimas divulgadas na internet, por exemplo.

São vários fatores que provocam os jovens a mostrarem o corpo, o que é feito para “subir de nível na hierarquia escolar”. Ao meu ver, são os pais os maiores culpados por essas atitudes, pois não dão educação psicológica aos filhos, para que eles, sozinhos, saibam o que é certo e o que é errado e se conscientizem dos seus atos.

Além dos pais, as redes sociais e a influência dos amigos são parte do comando da “pirâmide de popularidade juvenil”. Ou seja, e em busca do conhecimento público que os adolescentes usam as atividades na internet para “divulgar o seu corpo”. Assim, muitos deles acabam se suicidando pois não querem/conseguem enfrentar as consequências.

Não julgo a internet como sendo ruim. Pelo contrário, acho que ela é bem útil se utilizada moderadamente, com o auxílio dos pais, que devem estabelecer horários e ter todas as senhas, afinal vivem em uma sociedade liderada pelos mais experientes e isso serve nas relações de pais e filhos também.

Dessa forma, a internet é boa se utilizada com moderação e a supervisão de um adulto é essencial, mas é ruim se as funções são utilizadas para divulgar vídeos de fotos de jovens nus, por exemplo, que podem sofrer consequências “bem pesadas”. Entre prós e contras, a internet é uma “bebida” que deve ser apenas apreciada.

 

*As redações publicadas nesta sessão fazem parte de um processo de reflexão proposto aos alunos pelos professores Caio e Daniel, de Língua Portuguesa do 9º ano. Após a leitura de algumas reportagens e artigos que tratavam da exposição do jovem na internet e redes sociais, os adolescentes debateram e discutiram em sala as consequências da emergência de uma nova cultura que encontra no ciberespaço um ambiente constituidor de identidades e formas de ação no mundo. Após todo o processo de leitura, debates e troca de ideias, eles foram convidados a sistematizar as conclusões pessoais na forma de um texto argumentativo.

Nas próximas semanas, todas as terças-feiras publicaremos alguns desses materiais, selecionados e indicados pelos professores de Língua Portuguesa com intuito de valorizar a escrita dos alunos e ampliar as possibilidades de diálogo com os leitores do blog Midiaeducação.